Skip to content

Concerto de Páscoa | Salão Paroquial de Lordelo

2012/03/29

Orfeão da Fundação A LORD

A tradição musical em Lordelo (Paredes) remonta à primeira metade do século XX, época em que o Maestro Vergílio Pereira fundou, nesta cidade, o Orfeão Castro Araújo, que obteve a Medalha de Ouro no 1.º Concurso Orfeónico, realizado na cidade do Porto, em 1932.

Tentando retomar esta tradição, criou-se, em 1998, o Orfeão da Fundação A LORD, com o objetivo de continuar a sensibilizar a população para esta área cultural, incutindo-lhe o gosto pela música e ocupando de forma profícua os seus tempos de lazer.

Este Coral é constituído por cerca de 27 elementos e procura interpretar música vocal a capella, abrangendo no seu repertório os mais diversos estilos.

Através dos seus concertos, tem permitido divulgar o nome de Lordelo e da sua Fundação.

É dirigido pelo Maestro Luís Monteiro, que abraçou este projeto desde o seu início, apresentando-o, pela primeira vez em público, no dia 16 de junho de 1999, aquando do primeiro aniversário da Fundação A LORD.

A partir do ano 2000, e apesar da sua juventude, começou a participar em alguns eventos culturais organizados pela Fundação A LORD, tais como o OrffLORD (Festival de Orfeões), concertos de Páscoa e Natal, e a apresentar-se em várias localidades do nosso País, destacando-se a sua participação, em colaboração com outros coros, num memorável concerto realizado na cidade do Porto, no dia 24 de junho de 2002, sob a direção do Cónego Dr. Ferreira dos Santos.

Em 2008, gravou um CD, no qual se registou uma boa parte do seu longo e diverso repertório, tendo em vista divulgar o trabalho já realizado.

Em abril de 2011, efetuou a sua primeira internacionalização ao participar no VIII Certame de Habaneras de Naron (Espanha).

Maestro Luís Bovião Monteiro

O Maestro Luís Bovião Monteiro nasceu na cidade do Porto em 1972 e começou a estudar, aos 10 anos, solfejo e trompete, na Escola de Música da Banda Marcial S. Cristóvão de Rio Tinto.

Com 16 anos, ingressou na classe de trompete do Conservatório de Música do Porto, tendo frequentado a turma do Professor Macedo e, mais tarde, do Professor Francisco Silva. Enquanto aluno do Conservatório, teve como orientador da disciplina de Coro o Professor Lino Gaspar e da disciplina de Classes de Conjunto o Professor Kamen Goleminov. Participou em inúmeros concertos promovidos pelo Conservatório de Música do Porto na qualidade de trompetista, tendo de igual modo sido convidado para integrar o Coro de Câmara do referido conservatório, com o qual se apresentou, por diversas vezes, em público.

Em 1991, frequentou, como trompetista, o XVIII Curso de Jovens Músicos, promovido pelo INATEL. No mesmo ano, entrou no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP), tendo fundado a Tuna de Contabilidade do Porto. Como elemento da mesma, percorreu quase todos os países da Europa (salientando-se entre os principais Espanha, França, Inglaterra, Alemanha, Holanda…), bem como de outos continentes (Canadá, E.U.A, Hong Kong, Macau e China). Organizou ainda vários encontros internacionais de tunas académicas e gravou um CD.

Na qualidade de trompetista, integrou a Orquestra de Câmara HARPA (1993-1995), e diversas bandas filarmónicas, destacando-se a sua passagem pela Banda de Música da Trofa (1997-2007).

Em 1995, foi convidado a fazer parte do Coro Cláudio Carneyro, sobressaindo a sua participação nos Concertos de São Roque (Lisboa) e a deslocação, no ano de 2000, a Inglaterra, para dar alguns concertos com aquele coro, a convite da Associação Oporto/Bristol.

Em 1998, foi convidado para liderar a formação do Orfeão da Fundação A LORD, do qual é, atualmente, Maestro. Paralelamente, no seio da Fundação A LORD, tem organizado eventos de carácter musical/cultural – OrffLORD, concertos de Natal, de Páscoa e do Dia Mundial da Música.

Tem frequentado diversos cursos de direção coral e de orquestra, destacando-se os que foram orientados pelos Maestros Robert Houlihan, Baldur Brönnimann e Marcel Van Bree.

Em abril de 2005 e março de 2007, foi convidado para se deslocar a Ponta Delgada (Açores), a convite do Coral de São José, para participar como Maestro convidado no concerto da Petite Messe Solennelle de Gioachino Rossini e Requiem de Verdi.

Nos anos de 2004-2005, foi o maestro da Banda Filarmónica de S. Mamede de Riba Tua.

Desde 2007 é responsável pela direção artística do Coro Litúrgico da Capela de N.ª S.ª da Ponte (Rio Tinto).

Programa

1ª PARTE

Ária (Instrumental) – J. S. Bach
Jesu, Salvator Mundi – Menegali (séc. XVIII)
O Domine, Jesu Christe – Palestrina (séc. XVI)
Ave Maria – Arcadelt (séc. XVI)
O Crux Ave – Palestrina (séc. XVI)
Benedictus – Lasso
Agnus Dei – Hasler
Miserere – A. Lotti
Locus Iste – Bruckner (séc. XIX)
Sanctus – Mozart
Adoramus Te – Mozart
Ave Verum Corpus – Mozart

2ª PARTE

Gabriel’s Oboe (Instrumental) – Ennio Morricone
In That Beautiful World on High – Nathaniel Ditt
Go down, Moses (Espiritual Negro) – Anónimo
I don’t know how… – Jesus Christ Superstar
You’re gonna reap just what you sow (Espiritual Negro) – Timothy Brace
Can’t help falling in love
Lord I Want (Espiritual Negro) – Anónimo
Amazing Grace (Espiritual Negro) – J. Newton
Freedom (Espiritual Negro) – Anónimo

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: